Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Crueldade

Tão cruel que passou
Não deixou nem tempo
Pra eu me apaixonar
Não deixou sequer
Reminiscências pra eu contar
Contudo
Tomou conta de mim

Tão cruel que passou
Me encantou
Como um astro
Veloz em atomicidade
Maldade ter me feito feliz
Por um triz imaginei nós dois
Para logo depois
Chocar-me com a crueza de ter partido

Seguiu teu caminho
Segui minha solidão
E se rasgara o meu coração
Foi da forma mais cruel
Um fel que me envenenou
Cortou-me inteiramente
Com o nada que me deixou

Últimas postagens

Calor Acumulado

Nau à Deriva

Beijos Roubados

Teu Calor

Teus Lábios

Hora Certa

Torres

Sorrisos

Rosas

Paixão do Entardecer